Cientifica-te!

Cientifica-te!.png
 

ENQUADRAMENTO DA INICIATIVA

O Cientifica-te! surgiu enquanto projeto singular no mandato de 2017/2018 e teve a sua continuidade validada nos anos seguintes ao conquistar um feedback positivo por parte da Comunidade Estudantil envolvida no mesmo.

É o conhecimento proveniente do método científico e da aplicabilidade da investigação desenvolvida nesta área que surge enquanto essência dignificante e de excelência do exercício profissional do Enfermeiro, fornecendo suporte à sua identidade profissional, revelando-se, simultaneamente, numa ambivalência e sinergia entre a teoria e a prática.

Considerando que a investigação desempenha um papel essencial na evolução da disciplina de Enfermagem e na construção da cientificidade da mesma, é responsabilidade da Federação contribuir para que os Estudantes possam contactar com esta vertente, que alicerça a prestação de cuidados à pessoa-cliente.

Finalidades:

  • Promover e divulgar conhecimento resultante de investigações científicas junto dos Estudantes de Enfermagem;

  • Veicular o acesso a conteúdos científicos atuais e relevantes para a área e Ensino de Enfermagem;

  • Fomentar o interesse dos Estudantes pelas Inovações Científicas relacionadas com a Enfermagem;

  • Firmar a FNAEE como entidade que apoia e promove o desenvolvimento científico.

Metas:

  • Realizar a atividade "Cientifica-te!";

  • Cumprir o cronograma definido para a elaboração e divulgação dos papers;

  • Alcançar o maior número possível de Estudantes das Escolas de Enfermagem cujas AE/NE estão federadas na FNAEE;

  • Realizar a avaliação do projeto.

 

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES

| Cientifica-te! |

(publicada no dia 26 de fevereiro de 2022)

Novo ano, nova edição do projeto Cientifica-te!

Terceiro artigo a ser analisado neste mandato, e que artigo! Este consiste numa meta-análise e revisão sistemática dos programas de autogestão da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), conduzidos por enfermeiros.


Quais as principais necessidades que um utente portador de DPOC precisa de ver respondidas? Como é que os programas de autogestão desta doença crónica podem solucionar estas necessidades? Todos os efeitos que estes teoricamente apresentam estão comprovados experimentalmente? São exemplos de perguntas que verás resolvidas neste artigo e respetivo resumo!
 
Esclarece as tuas dúvidas, transforma o teu conhecimento e transpõe-o para a prática.

#Cientificate!

 

Cientifica-te-2.png